odezhda dlya sobak mylovelypet.ru magazin odezhdy dlya sobak, kupit osheynik anti lay mozhno tut - osheynik-anti-lay

“Agricultural Montain”: a torre de palha que está em exposição em Guimarães (com fotos)

“Agricultural Montain”: a torre de palha que está em exposição em Guimarães (com fotos)

“Agricultural Montain”, que foi construída com fardos de palha e que está em exposição na Veiga de Creixomil, em Guimarães, foi um dos cinco vencedores do concurso “Performance Architecture”, organizado pela Capital Europeia da Cultura 2012.

O projecto, com 12 metros e meio de altura, que tem aguçado a curiosidade dos que por ali passam, foi criado pelo colectivo Intervenção Urbana Temporária (IUT), constituído pelos arquitectos Nuno Cruz, Bruno Gomes e António Lopes.

“Depois de várias propostas, achámos que seria interessante fugir um bocado do centro da cidade, onde imaginámos que a maior parte das propostas iriam incidir”, refere Nuno Cruz ao justificar a escolha pelo local. O objectivo é “trazer a cultura ao universo rural e agrícola”, pois, à semelhança de todo o Vale do Ave, “Guimarães tem umas características especiais que combinam o rural e o urbano, em pano de fundo”, explica o arquitecto.

A escolha de fardos de palha permitiu criar “um grande volume sem grandes custos e sem que danificasse o terreno”, garante. Além disso, é um material que os arquitectos consideram possuir características especiais em termos de textura e também de cor: “Se vir este projecto com a luz do pôr-do-sol, ele fica com um “dourado fantástico”.

Para além da visibilidade exterior, a montanha de fardos de palha tem uma função lúdica e interactiva, explica o Público.  ”Nós privilegiamos essa relação com a palha e, portanto, é suposto as pessoas irem para lá, subirem as escadas, o que obriga a pôr as mãos na palha”, algo que “as crianças adoram”, revela o arquitecto.

A instalação é composta por dois espaços fundamentais: a escadaria, onde as pessoas podem estar a “apreciar as vistas e a relaxar”, e um espaço interior, de reflexão, onde se pode estar “calmamente, sem o ruído dos carros que passam na via rápida”, clarifica Nuno Cruz.

A “Agricultural Montain” vai permanecer até meados de Setembro em Guimarães, dependendo das condições climatéricas.

 

 

 

 

Comentários (Facebook):

Nome

E-mail (não será publicado)

Site

Comentário

Recomendações

Blogroll