odezhda dlya sobak mylovelypet.ru magazin odezhdy dlya sobak, kupit osheynik anti lay mozhno tut - osheynik-anti-lay

Quercus: centenas de sobreiros protegidos foram abatidos ilegalmente na Costa Vicentina

Quercus: centenas de sobreiros protegidos foram abatidos ilegalmente na Costa Vicentina

Centenas de sobreiros da área protegida do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina têm vindo a ser abatidos há várias semanas, segundo a Quercus. O abate decorre na Herdade do Leonardo, numa área de cerca de 120 hectares junto a Troviscais, no concelho de Odemira.

“Dada a gravidade da situação, a Quercus deslocou-se ao local e confirmou o abate do arvoredo, tendo-se constatado a existência de vários sobreiros verdes cintados pelo proprietário, que serviam de indicação para o prestador de serviço efectuar o corte, mesmo sem qualquer autorização legal”, explicou a Quercus em comunicado.

Segundo a ONG, havia uma autorização para abate de 120 sobreiros secos, mas “foram abatidos pelo menos cerca de 300 sobreiros verdes sem qualquer autorização”, assim como “diversos carvalhos-portugueses”.

“Esta situação é muito grave e evidencia o descontrolo da actividade de comércio de lenhas, que hoje é pouco ou nada fiscalizado pelas autoridades. A Quercus exige a actuação imediata das entidades competentes para repor a legalidade, dando uma especial atenção à verificação da eventual atribuição de apoios públicos a projectos agro-florestais a decorrer na Herdade do Leonardo”, conclui a ONG.

A Herdade do Leonardo está localizada no interior do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, em área de protecção partial Tipo II. A herdade também integra o Sítio de Importância Comunitária da Rede Natural 2000 – Costa Sudeste.

A Assembleia da República classificou recentemente o sobreiro como a Árvore Nacional de Portugal.

Comentários (Facebook):

2 Respostas para “Quercus: centenas de sobreiros protegidos foram abatidos ilegalmente na Costa Vicentina”

  1. Jaime Machado diz:

    Num país a ” sério ” , os autores morais e materiais deste crime eram imediatamente responsabilizados civil e criminalmente . Que diabo , por que é que não são estes tipos , que não servem para nada , a emigrar ?

  2. António Jesus diz:

    É mais uma entre muitas histórias tristes neste pais.
    Nada consegue travar as pessoas de fazerem estas asneiras, nem autoridades, nem leis, leis essas que só servem para enfeitar, pois não se conseguem aplicar devido à justiça que temos.

Trackbacks/Pingbacks


Nome

E-mail (não será publicado)

Site

Comentário

Recomendações

Blogroll