odezhda dlya sobak mylovelypet.ru magazin odezhdy dlya sobak, kupit osheynik anti lay mozhno tut - osheynik-anti-lay

Café mais caro do mundo é misturado com dejectos de elefante

Café mais caro do mundo é misturado com dejectos de elefante

Custa €825 (R$ 2,2 mil) por quilo e é vendido na Tailândia, Maldivas e Abu Dhabi. Mas o mais interessante do café Black Ivory – mais ainda que o seu exorbitante preço – é o facto deste ser feito a partir de grãos digeridos de elefante, que são apanhados nos seus dejectos.

O café é criado nas colinas do norte da Tailândia e tem como base uma ideia do canadiano Blake Dinkin, um empreendedor que investiu €225 mil (R$ 610 mil) a desenvolver a ideia. “Quando um elefante bebe café, os ácidos do estômago descobrem a proteína encontrada no café, que é decisiva para o amargo. Isto permite um café muito suave mas sem o amargo normal do café”, explica Dinkin.

Os elefantes demoram 30 horas a fazer este processo, digerindo também bananas, cana de açúcar e outros ingredientes. “A minha teoria é que o processo normal de fermentação acontece nas tripas do elefante. A fermentação consegue sabores que não conseguiríamos de outros cafés”, continua.

Ao início, os conservacionistas estavam cépticos sobre a ideia, uma vez que pensavam que a cafeína iria afectar os elefantes. No entanto, os testes sanguíneos demonstraram o contrário, e a ideia recebeu luz verde.

O Black Ivory doa 8% de todas as suas vendas para projectos de conservação de elefantes, nomeadamente na contratação de serviços de veterinário que permitem cuidados de saúde a todos os elefantes da Tailândia, através do Golden Triangle Asian Elephant Foundation.

Paralelamente, os empregos criados pelo café permitem a centenas de tailandeses rendimentos para aceder a serviços de saúde, educação, alimentação e comprar roupas.

Cada chávena do café custa €37 (R$ 100).

 

Comentários (Facebook):

Nome

E-mail (não será publicado)

Site

Comentário

Recomendações

Blogroll