Banco Alimentar apoiou mais pessoas entre 2011 e 2015

Banco Alimentar_SAPO

Nos últimos quatro anos, o Banco Alimentar Contra a Fome recolheu menos alimentos mas apoiou mais pessoas. Entre 2011 e 2015 foram apoiadas mais 100.800 pessoas e mais 664 instituições. Os dados foram divulgados pela Federação Portuguesa de Bancos Alimentares Contra a Fome e publicados pelo Notícias ao Minuto.

Os dados revelam que em 2011, os bancos alimentares ajudaram 1.936 instituições número que cresceu para 2.600 em 2015, e apoiaram 319.200 pessoas, em 2011, e 420.000 em 2015, das quais um terço são crianças e outro terço idosos.

Simultaneamente, no período em análise, verificou- se um decréscimo das quantidades de alimentos recolhidos – de 30.269, em 2011, para 27.726 em 2015.

A presidente da federação dos bancos alimentares, Isabel Jonet, refere que “mesmo em tempo de crise, os portugueses não deixaram de contribuir para o Banco Alimentar”.

Actualmente, existem 21 bancos alimentares, de norte a sul do país, incluindo os arquipélagos da Madeira e dos Açores.

O Banco Alimentar realizou este fim-de-semana mais uma campanha de recolha de alimentos.

Foto: Lu Pan / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php