A vida dos nómadas do Norte da Rússia, onde a temperatura chega aos -45C

um lugar perdido no mundo

O fotógrafo Sasha Leahovcenco arriscou uma gelada viagem até à região de Chukotka, no norte da Rússia, para fotografar os nómadas do Ártico no seu dia-a-dia. Segundo Leahovcenco, que teve de suportar temperaturas de -45ºC, esta foi a primeira vez que a família foi fotografada. Assim, e como Sasha levou uma impressora digital, eles puderam ver-se, pela primeira, em retrato.

Leahocvenco fotografou os homens, mulheres e crianças de Chukotka, ouviu as suas histórias e aventuras de séculos e séculos de tradições imutáveis. Veja algumas das fotos.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php