Pinturas rupestres com 14.500 anos descobertas em Espanha

um tesouro da Humanidade

“É uma maravilha, um tesouro da Humanidade”: assim é descrita a descoberta de pinturas rupestres criadas há cerca de 14,500 anos, numa gruta na pequena cidade de Lequeitio, em Espanha.

Entre os desenhos agora encontrados pode ver-se a imagem de um cavalo, com cerca de metro e meio de comprimento, bem com um enorme painel de 15 metros, que inclui 25 gravuras de vários animais, entre eles leões e bisontes.

A fantástica descoberta foi anunciada por Unai Rementeria, deputado local, que revelou que a gruta estava já a ser estudada desde Maio. A gruta em questão era conhecida da população local, mas até agora ninguém se tinha aventurado a avançar pelos mais de 50 metros de profundidade desta gruta, onde esta raridade se escondia.

A notícia está a ser amplamente difundida pelos órgãos de comunicação social espanhóis, caso do El Mundo, que avança que são vários “os elementos que fazem desta gruta única em toda a Espanha.”

A gruta não estará aberta ao público, devido as difíceis condições de acessibilidade e para preservação futura destas raras pinturas rupestres. No entanto, as autoridades responsáveis adiantam que irão usar as novas tecnologias para dar a conhecer estes novos achados ao público.

Fotos: Iñaki Andrés

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php