Cientistas transformaram CO2 em combustível… por acidente

bombas-de-gasolina

Uma equipa de cientistas norte-americanos descobriu, por mera casualidade, que o CO2 pode ser convertido em etanol, se submetido a elevadas pressões. Este pode ser o princípio de uma verdadeira revolução, com forte impacto na saúde do planeta.

Se for possível converter CO2 em combustível a uma escala industrial, passará a ser fácil impedir que os níveis de dióxido de carbono no planeta aumentem  ainda mais. Esta perspectiva está a animar a equipa do Departamento de Energia do Laboratório Nacional de Oak Ridge, nos EUA, que descobriu esta reacção química por um feliz acaso.

“Estávamos a estudar o primeiro passo de uma reação, quando percebemos que o catalisador estava a fazer toda a reação por conta própria”, recorda um dos membros da equipa, Adam Rondinone.

A descoberta foi feita a partir de um catalisador com 50 a 80 nanómetros de altura composto por carvão, cobre e nitrogénio, depois de ter sido submetido a uma tensão elétrica de 1,2 volts. A reacção química não se fez esperar e aos olhos da equipa o CO2 transformou-se em etanol, num processo que obteve um rendimento de 63%. Os resultados foram surpreendentes, não só pela baixa quantidade de tensão elétrica necessária para obter aquele efeito, como pelo rendimento de etanol registado.

Note-se que no mês passado o planeta Terra atingiu o maior nível de dióxido de carbono na atmosfera dos últimos quatro milhões de anos.

Foto: via Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php