Tornados arrancaram centenas de árvores no Alentejo

associacao-dos-agricultores-do-concelho-de-serpa

Centenas de árvores foram arrancadas pelos tornados que esta semana assolaram o Alentejo. Os concelhos de Serpa e Vidigueira foram os mais atingidos.

Azinheiras e sobreiros, alguns centenários, não resistiram à fúria dos elementos e deixaram em vários montados um cenário de devastação. Segundo José Damião, presidente da Associação dos Agricultores de Serpa, distrito de Beja, os dois tornados que afectaram o concelho segunda-feira e terça-feira, provocaram prejuízos em várias explorações agrícolas.

“A zona afectada de forma parcial ou totalmente perdida é de cerca de quatro hectares” e “os principais estragos” ocorreram em dois olivais, um plantado em 1995 e o outro em 2003, disse este representante dos agricultores de Serpa à agência Lusa.

Os prejuízos ainda estão, conforme informou José Damião, a ser avaliados pela Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo, mas estima-se que os prejuízos ascendam a dezenas de milhares de euros.

Entretanto os tornados estão a “ser documentados em detalhe pelo IPMA e vão ser analisados com base na observação meteorológica existente, devendo a informação ser disponibilizada assim que possível”, informou em comunicado o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Foto: Associação dos Agricultores de Serpa

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php