Lisboa estuda interdição do acesso de autocarros grandes ao castelo

castelo

Em Assembleia Municipal o vereador do Urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa informou que a autarquia estuda a eliminação da circulação de grandes autocarros na zona do castelo. Em causa está a conservação dos monumentos.

Manuel Salgado, vereador do Urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa, diz que está em estudo a construção de “uma base para os transportes turísticos na zona do Martim Moniz”, à semelhança da existente junto ao Parque Eduardo VII. Desta forma o castelo poderá ser aliviado da circulação de autocarros de grandes dimensões, que afectam o tráfego e constituem “grave prejuízo para a conservação dos monumentos”.

Se o plano avançar os autocarros não passarão além da base da colina. O objetivo passa também por “melhorar a qualidade de vida dos habitantes do bairro do castelo e de quem utiliza a baixa”.

A concentração dos transportes turísticos naquela zona evitará que continuem a agrupar-se na baixa, nos largos do Rossio e dos Restauradores como até agora se tem verificado.

Foto: via Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php