bolota

Costuma comer bolotas? Se a sua resposta foi negativa, saiba que a composição nutricional deste alimento é excelente. Na Antiguidade Grega, o fruto era aliás considerado o alimento dos homens invencíveis.

Hoje, dia em que se celebra mundialmente a qualidade deste fruto silvestre, a associação Ambiental Quercus alerta a população para as imensas qualidades nutricionais deste fantástico alimento, ainda desconhecido por tantos.

Os lusitanos e outros povos pré-romanos da Península Ibérica usavam já a farinha das bolotas para produzir pão, sendo inclusive um dos principais recursos alimentares ancestrais, pelo que a adaptação do nosso organismo a este alimento está gravado algures no nosso código genético.

Cada vez mais as propriedades alimentícias e de cosmética das bolotas começam a ser valorizadas por cientistas de todo o mundo, gerando-se assim um potencial mercado para Portugal. Pesto de bolota, bolo de bolota e bolachas de bolota… a imaginação é mesmo o limite para o que se pode criar com este fantástico fruto.

Assim, e para aguçar a nossa curiosidade e apetite em relação a este fruto silvestre, a associação ambiental partilha uma receita em que a bolota é o ingrediente estrela.

BOLACHAS DE BOLOTA

Ingredientes
_ 200g de manteiga,
_ 100g de açúcar,
_ 200 g de farinha de trigo não refinada,
_ 100g de farinha de bolota,
_ 5g de canela,
_ uma pitada de sal
Modo de preparação
Derreter a manteiga, juntar os restantes ingredientes e misturar bem. Moldar em forma de rolo e com uma faca cortar em bolachas que se vão colocando num tabuleiro de ir ao forno untado (ou com papel vegetal anti-aderente) deixando espaço para que cresçam. Levar ao forno a 190ºC, apenas com calor em baixo, durante cerca 15 minutos.

Estas e outras receitas podem ser encontradas no Guia prático de Frutos Silvestres Comestíveis da Quercus.

 Foto: David Barrigoto / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta