romantic and scenic panorama with full moon on sea to night

O presidente da Moon Express, a primeira companhia privada com passaporte para o satélite terrestre, afirmou ontem no Web Summit que ir à lua não é apenas uma viagem, mas um bom negócio. O empresário acredita que o satélite da Terra tem “recursos inacreditáveis” por explorar.

Naveen Jain, presidente e co-fundador da Moon Express falou no Web Summit para uma audiência de milhares de pessoas na companhia do astronauta Mike Massimino. O empresário adiantou também que em 2017 a Moon Express lançará um veículo robot capacitado para explorar e estudar a superfície da lua.

“Em 2020 serão recolhidas amostras e enviadas para a Terra”, anunciou com o entusiasmo de quem acredita que “em 15 anos, a lua terá um papel fundamental na economia do planeta Terra”, podendo mesmo ser “uma segunda casa para a espécie humana”.

Enquanto a humanidade não atingir esse estádio, Naveen Jain e Mike Massimino vêm nas explorações lunares que projectam a curto prazo uma oportunidade para “aumentar o conhecimento”. E o conhecimento, no mundo dos negócios, é quase tudo.

Foto: via Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta