Uma ilha construída com 150.000 garrafas de plástico

Há quem espere um ano inteiro para poder construir um fogão solar e fazer aquele tão esperado bolo, mas Richart Sowa esperou quase uma década para poder disfrutar da sua ilha privada. Este antigo carpinteiro juntou lixo reciclado ao longo de quase sete anos e construiu uma ilha privada perto de Cancun, com o material que recolheu.

Richart Sowa juntou mais de 150.000 sacos de garrafas de plástico, que prendeu a velhas paletes de madeira antes de as lançar na água. Posteriormente, cobriu as paletes com areia e terra, o que de certa forma consegue sustentar árvores e outras plantas na sua ilha de 25 metros, refere o Grist. Adicionalmente, raízes de manguezal crescem em torno dos sacos que contêm as garrafas, o que as protege e esconde, tornando a ilha mais natural.

O antigo carpinteiro recorre ainda a sacos de lixo demasiado pesados para flutuar para construir os seus canteiros, onde cresce agave, gengibre e hibisco. Adicionalmente, a ilha recorre a sistemas de aproveitamento da água das chuvas e a painéis solares para gerar electricidade. Sowa criou ainda um centro de compostagem, com o qual fertiliza a suas plantas.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta