Lâmpadas de baixo consumo: quais os benefícios?

luz

As lâmpadas incandescentes já foram retiradas do mercado há algum tempo do mercado europeu, mas em algumas casas ainda existem várias lâmpadas deste tipo. Se este é o seu caso, saiba que tem muito a ganhar em substituir as lâmpadas incandescentes por lâmpadas de baixo consumo, sejam fluorescentes compactas ou melhor ainda lâmpadas LED.

Com esta mudança poderá poupar entre 80 e 90% do consumo e durante muito tempo não precisará comprar lâmpadas novas.

Na hora de poupar, para além das lâmpadas de baixo consumo, há que ter ainda em atenção a eficácia luminosa. Existe a ideia errada de associar a luz difundida à quantidade de electricidade que é necessária para a produzir. Na verdade, o watt mede a potencia e a luz é medida por outra unidade de medida, o lumen.

Desta forma a eficácia luminosa vai ser medida em lumens/watt, ou seja, vai-nos dizer a quantidade de luz emitida por unidade de potência eléctrica. Quantos mais lumens por watt melhor. Da próxima vez que for comprar lâmpadas, procure esta informação nas embalagens e compare a eficiência das opções à escolha.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.

Foto: WestWing 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php