Oito casas pouco convencionais

Embora seja correcto fazer a separação e reciclagem dos materiais usados, até que ponto está disponível para viver sob os parâmetros da sustentabilidade? Os construtores destas oito habitações estão bastante comprometidos com a ecologia e determinados em construir casas a partir dos materiais reutilizáveis menos prováveis.

1.Paper House

Muitos advogam que a imprensa está morta, mas a Paper House é o exemplo de que existe sempre um lugar para os jornais, mesmo que seja como material de construção. Em 1922, Elis F. Stenman construiu a Paper House, com uma estrutura, tecto e chão de madeira e com papel de jornal como isolação. Posteriormente, utilizou cola e verniz para colar o papel de jornal. Intrigado sobre quanto tempo ia a habitação sobreviver às condições atmosféricas, Stenman decidiu deixar a casa aberta. Depois de observar que a estrutura se estava a aguentar bem decidiu construir a mobília através do mesmo processo.

2.747 Wing House

Existem poucas pessoas no mundo que tenham tentado aproveitar o interior de um avião para construir uma casa. Mas foi o que fez o arquitecto David Randall Hertz fez. O arquitecto começou por desenhar uma casa com um tecto curvo e a certa altura apercebeu-se de que a forma era semelhante às asas de um avião. Foi então que Randall Hertz decidiu acabar de construir a casa com materiais retirados de aviões que iam ser abatidos e cujo destino era a sucata.

3.Tracy Island

Outrora foi uma estação de amaciamento de água, que encerrou em 1942. Agora, a Tracy Island é uma habitação de seis quartos que foi remodelada a custo de vários milhões. Está à venda €2,4 milhões, mas ainda precisa de acabamentos.

4.601 Dolores Street

Já foi a Golden Gate Lutheram Church, uma igreja luterana num estilo gótico revivalista. Agora, ela é uma das maiores e mais exclusivas habitações de São Francisco. Construída em 1910, o espaço possui tectos altos pintados à mão, vitrais originais, várias lareiras, cozinha remodelada e garagem para seis carros. Possui também boas vistas para o Dolores Park.

5.Fire Patrol No.2

Quando em 2010 foi noticiado que o quartel de bombeiros da 84 West 3red Street iria ser posto à venda, os conservadoristas arquitectónicos argumentaram que o edifício histórico iria ser destruído. Quem comprou o espaço foi Anderson Cooper, pivô da CNN que garantiu que a propriedade iria ser preservada. Apesar de não existirem muitas fotos públicas do interior remodelado, as obras feitas na fachada mostram que o jornalista manteve a promessa e preservou os detalhes arquitectónicos do edifício.

6.Clocktower Building Tower

Originalmente uma fábrica de cartão em 1915, a torre do relógio de Brooklyn foi convertida em habitação num determinado ponto da sua história. O melhor dos espaços é a penthouse de três andares, que inclui o tal relógio e permite vistas sobre Brooklyn, Manhattan e a estátua da Liberdade.

7.Monte-Silo

Os silos de moagem são comuns em alguns estados dos Estados Unidos, mas um silo em particular foi transformado pela Gigiplex Architects numa habitação. O espaço foi remodelado para uma uma habitação singular, com capacidade, ainda assim, para receber visitas. Além de possuírem uma forma única, os silos são ecológicos, já que se mantêm quentes no inverno e frescos no verão.

8.One-Log House

As habitações em madeira são uma alternativa há vários seculos, mas esta casa em particular é única. Construída em 1946 a partir de um enorme tronco de sequóia, a habitação foi feita por dois homens que demoraram oito meses a escavar o interior do tronco. Posteriormente, a habitação foi arranjada para albergar uma sala de estar, uma sala de jantar e um quarto. A casa foi monta sobre uma plataforma com rodas, pois o intuito era fazer uma road show pelos Estados Unidos. Porém, o tronco revelou-se demasiado grande para ser transportado.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta