comboio-tua

O comboio turístico que a Douro Azul vai pôr a funcionar na linha do Tua está a ser alvo de polémica nas redes sociais. Com desenho tipicamente americano, os comentários mais críticos apelidam-no de “piroso”, criticando a falta de visão histórica e cultural de quem o decidiu importar.

As suas linhas remetem-nos para os comboios dos “westerns” ou dos parques de diversões americanos. Fabricada em Inglaterra, locomotiva e carruagens de facto nada têm a ver com os antigos comboios da CP que circulavam na linha do Tua.

Mário Ferreira, proprietário da Douro Azul, empresa que vai gerir esta linha, já se defendeu das críticas, argumentando que as antigas locomotivas da CP, “com 100 anos, não são para andar todos os dias a fazer três e quatro viagens”.

O Tua Express vai circular a partir da próxima Primavera entre Mirandela e Brunheda, nos 33 quilómetros da via estreita do Tua que sobreviveram à barragem (os restantes 20 estão submersos). Para já este serviço será só para efeitos turísticos, mas estuda-se a hipótese de ser aberto como serviço regular à população local.

Apesar de as suas linhas serem idênticas às dos comboios a carvão, o Tua Express usará gasóleo como combustível.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta