Casa anti-tsunami

Apesar de ser a maior economia do mundo, os Estados Unidos ainda não conseguem evitar os fenómenos atmosféricos mais extremos. Desde o Furacão Catrina ao Vórtex Polar, os Estados Unidos são frequentemente atingidos por fenómenos extremos que nos lembram que os resultados podem ser devastadores.

O fenómeno mais comum são os furacões e tornados, que todos os anos atingem várias cidades, destruindo principalmente habitações. Para evitar que as casas continuem a ser destruídas ano após ano, o atelier de arquitectos Designs Northwest Architects conceberam uma habitação que suporta os piores fenómenos naturais: desde ventos fortes, chuvas fortes, tempestades e até mesmo tsunamis.

Situada numa zona de leito de cheia na Camano Island, em Washington, a casa de dois andares é suportada por pilares de 1,5 metros, concebidos para suportar onda de alta velocidade. O rés-do-chão, chamado de “andar de cheia” é um espaço multiusos, cujas paredes estão projectadas para se partir em caso de tsunami, deixando assim a parte superior da habitação intacta.

A decoração é simples e de estilo industrial, porém, os arquitectos conferiram-lhe um aspecto mais aconchegante ao introduzir algumas peças de madeira e bastantes janelas para uma luz natural. A habitação é composta por uma cozinha, sala, casa de banho, quarto principal e um quarto mais pequeno. Apesar de a casa ser à prova de tsunami, apenas se saberá se resiste quando for atingida por um.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta