Girafas perto da extinção, com 40% da população mundial a desaparecer nos últimos 30 anos

girafas_-eric-baker

Em apenas 30 anos a população mundial de girafas diminuiu perto de 40%, com a espécie a ser considerada esta semana pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como “vulnerável”.

No relatório divulgado esta semana, no âmbito da Conferência das Partes do Convénio sobre Diversidade Biológica no México, é possível analisar os dados entre 1985 e 2015, chegando-se à conclusão que durante este período o número de girafas pelo mundo sofreu uma redução entre 36 e 40%.

Segundo a IUCN, o aumento da presença humana no habitat natural desta espécie, a expansão da agricultura, a actividade mineira, entre outras, são as principais causas para a elevada diminuição da população mundial de girafas.

Para Julian Fennessy, da IUCN, as girafas surgem com muita frequência em safaris, nos meios de comunicação e em jardins zoológicos, não havendo assim uma consciência global de que este animal está a sofrer uma “extinção silenciosa”.

Em 2015 havia 97.562 girafas no mundo, segundo o documento da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

Foto: Eric Baker / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php