Aldeias construídas nos locais mais improváveis

Construídas em alguns dos lugares mais belos e recônditos do mundo, existem aldeias que são a prova viva da adaptação humana ao ambiente envolvente. Desde aldeias escondidas entre os recantos do Grand Canyon, no subsolo ou flutuantes, a aldeias erguidas em cima de grandes pedregulhos de granito, o planeta alberga pequenas comunidades nos sítios mais inóspitos e inesperados. Conheça algumas agora.

Aogashima, Mar das Filipinas

O último local onde se esperaria encontrar uma aldeia seria dentro de uma ilha tropical vulcânica no Mar das Filipinas. Mas é lá que se localiza a aldeia de Aogashima. A última erupção do vulcão foi em 1780, quando metade da população da ilha morreu. Actualmente, os solos férteis de Aogashima acolhem 200 habitantes.

Monemvasia, Grécia

Monemvasia é uma pequena aldeia encaixada entre a fachada de um grande rochedo e o mar, em Lacónia, na Grécia. A ilha separou-se do continente em 375 d.C devido a um sismo. Uma pequena passagem permite a ligação com o solo continental e os seus habitantes contemplam todos os dias a bela paisagem da baía Palaia Monemvasia.

Mosteiro Phugtal, Índia

Encaixado num penhasco fica o Mosteiro de Phugtal, um dos mosteiros mais isolados da Índia. À sua volta existe uma pequena aldeia construída em lama e madeira. O mosteiro foi construído no século XII e gradualmente várias habitações foram construídas à sua volta.

Isortoq, Gronelândia

No meio da neve e do gelo ergue-se a aldeia de Isortoq, na Gronelândia. Habitada ao longo dos tempos pela população inuit, a aldeia alberga actualmente 64 pessoas, descendentes desta população característica.

Gásadalur, Dinamarca

Gásadalur fica localizada no oeste de Várgar, nas Ilhas Faroé. Apenas 16 pessoas habitam a aldeia e antes da construção do túnel que liga os dois lados da ilha, em 2004, para se chegar a outras povoações da ilha era necessário uma caminhada extenuante ou montar a cavalo para subir cerca de 400 metros de montanha.

Huacachina, Peru

Huacachina é uma espécie de oásis no meio do deserto peruano. Tem palmeiras, folhagem verdejante e uma tranquila lagoa, que suporta a vida dos 96 habitantes.

Bandiagara, Mali

Alberga o povo Dogon, que habita o Mali e o Burkina Faso. Bandiagara foi incrustada numa vertente rochosa e construída maioritariamente com argila.

Undredal, Noruega

Undredal é um dos raros exemplos onde os animais excedem os humanos. Esta aldeia norueguesa alberga cerca de 100 habitantes e aproximadamente 500 cabras, sendo um local turístico popular, tanto pela sua beleza natural como pelo queijo e salsichas de cabra.

Furore, Itália

Localizada numa pequena baía formada por rochedos fica Furore, uma pequena aldeia na região de Campânia. A aldeia passava despercebida no mapa, até que o presidente da autarquia local decidiu pintar as casas da aldeia em cores vibrantes, para que a aldeia pudesse ser avistada da costa.

Sapa, Vietname

Sapa ergue-se entre campos verdejantes de arroz no norte do Vietname. É um destino turístico popular do país e quem visita Sapa é recebido pelos habitantes locais que fazem visitas guiadas à aldeia.

Coober Pedy, Austrália

Coober Pedy fica localizada numa paisagem árida do sul australiano e foi construída literalmente debaixo de terra. Em Coober Pedy, as habitações são construídas sob pequenos montes de terra que se assemelham a formigueiros gigantes. A aldeia alberga cerca de 1.695 pessoas e é um destino turístico popular no sul da Austrália.

Rougon, França

Entre a paisagem pitoresca de Alpes-de-Haute-Provence, na França, fica a aldeia de Rougon. As habitações foram construídas em torno dos rochedos e a principal atracção do local é a Capela de Saint Christophe, uma construção huguenote.

Supai, Arizona

No estado do Arizona, nos Estados Unidos, existe uma aldeia tribal localizada no vale do Grand Canyon. É habitada por cerca de 600 elementos da tribo Havasupai, a comunidade tribal mais pequena dos Estados Unidos.

Edimburgo dos Sete Mares, Tristão da Cunha

No arquipélago de Tristão da Cunha, que foi descoberto pelo navegador português e baptizado com o seu nome, encontra-se a povoação mais remota do mundo – Edimburgo dos Sete Mares. A aldeia é apenas acessível por uma viagem de seis dias de barco a partir da África do Sul. A localidade mais próxima é a Ilha de Santa Helena, a 2.173 quilómetros de distância.

Ilhas Flutuantes de Uros, Lago Titicaca

O Lago Titicaca distribui-se pelos territórios do Peru e da Bolívia e acolhe as Ilhas Flutuantes Uros. Pelas 42 ilhas flutuantes distribui-se uma comunidade pré-Inca Uru.

Monsanto, Portugal

Desde 1938 que Monsanto é considerada a “aldeia mais portuguesa de Portugal”. Empoleirada numa encosta granítica do concelho de Idanha-a-Nova, as casas surgem apertadas entre enormes penedos, com minúsculos quintais e hortas separadas por muros de pedra e ladeiras talhadas na rocha viva que se fundem com ela.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta