Ponte de lima recupera áreas consumidas pelo fogo

ponte-de-lima

A zona das lagoas de Bertiandos e São Pedro d’Arcos, em Ponte de Lima, devastadas pelo fogo no Verão passado, começam agora a ser recuperadas. Este é o primeiro de um total de 11 hectares que vão ser reabilitados na região.

Começaram este sábado a ser reflorestadas as zonas ao redor das lagoas de Bertiandos e São Pedro d’Arcos, situadas numa Área de Paisagem Protegida, em Ponte de Lima. Com a plantação de mil árvores deu-se início a um projecto de recuperação de 11 dos 13 hectares destruídos pelo fogo no Verão passado, no parque florestal da Quinta de Pentieiros.

Criada em 2000, a Área de Paisagem Protegida das lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos está situada no sopé da Serra d´Arga. A zona compreende duas lagoas, várias linhas de água, como o rio Estorãos e áreas agrícolas e florestais.

A acção de replantação de mil folhosas autóctones, intitulada “Um dia Pela Área Protegida” que decorreu no sábado, na quinta pedagógica de Pentieiros, pretendeu “a par dos objectivos ambientais, promover hábitos de voluntariado”. As árvores foram oferecidas por uma empresa do sector automóvel instalada no Alto Minho cujos colaboradores participaram na acção de reflorestação.

A Área Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro d’Arcos estende-se ao longo de 350 hectares no concelho de Ponte de Lima e inclui cerca de 22 quilómetros de percursos pedestres. Em termos de flora e vegetação, a zona apresenta perto de 80 espécies vegetais consideradas raras ou em vias de extinção.

Fotos: jesuscm / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php