Ilha Fernandina das Galápagos: a Natureza em estado puro

galapagos

É a ilha mais ocidental do arquipélago das Galápagos, no Equador, e também a menos conhecida. Cerca de 90% do seu solo é coberto por lava vulcânica, pois a Fernandina alberga um vulcão que está activo. Não é um lugar turístico, mas fascina pela sua pureza.

Nenhum ser humano vive na ilha Fernandina. O local é demasiado inóspito, por isso os seus habitantes são fundamentalmente répteis e aves. Mas este pedaço de chão bravio atrai cientistas e amantes da vida selvagem.

Darwin, que visitou o arquipélago, nunca pisou esta ilha, mas os seus actuais exploradores não duvidam de que ficaria fascinado pela dinâmica da sua vida animal. Foi aqui que o conhecido naturalista britânico David Attenborough filmou a perseguição de uma iguana por um grupo de cobras que se tornaria viral. A velocidade do réptil em fuga, exemplar de uma espécie que outrora Darwin classificou de estúpida e lenta, deixou os observadores estupefactos. Mais tarde foi a vez das pessoas que visualizaram o filme que a equipa de Attenborough realizou, para promoção da segunda série documental da BBC “Planeta Terra”, ficarem espantadas. Em dez dias esse clip superou os 5 milhões de visualizações e a iguana que foi estrela ganhou a alcunha de “Messi”, em alusão ao conhecido futebolista.

A mais jovem e terceira maior ilha das Galápagos ainda hoje tem segredos por desvendar. Dominada pelo Cumbre, um dos vulcões mais activos do planeta, permanece distante e inviolável, como no primeiro dia em que emergiu do oceano.

Foto: Single Trips 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php