mekong

O sudeste asiático é conhecido pela sua imensa biodiversidade, e a informação hoje avançada pelo Fundo Mundial para a Natureza vem confirmar isso mesmo. Em 2015 foram descobertas 163 espécies, entre elas uma serpente com cores do arco-íris na cabeça e uma lagartixa com cornos parecida com um dragão.

Segundo o Fundo Mundial para a Natureza, entre as espécies encontradas na região que se estende pela China, Birmânia, Laos, Tailândia, Camboja e Vietname contam-se nove anfíbios, 11 peixes, 14 répteis, 126 plantas e três mamíferos.

Uma variedade de plátano de flor vermelha descoberta no norte da Tailândia, uma rã alaranjada encontrada no Camboja e Vietname ou uma lagartixa de pele azul pálida encontrado no Laos são apenas alguns dos exemplos da espantosa biodiversidade que podemos encontrar no relatório da WWF hoje publicado.

Entre 1997 e 2015 foram encontradas 2409 novas espécies na região, qualquer coisa como uma nova descoberta a cada duas semanas.

Casa de uma das maiores diversidades da natureza do mundo, o Grande Mekong é igualmente uma das regiões do mundo mais afectadas pela caça furtiva e pelas consequências do desenvolvimento desenfreado levado a cabo pelo homem.

Foto: Wikiwand

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta