Pan Pan, o panda mais velho do mundo morreu aos 31 anos

urso-panda

Pan Pan, o urso mais velho do mundo com 31 anos – o equivalente a 93 anos nos humanos- morreu hoje num centro de acolhimento na cidade chinesa de Dujiangyan.

Durante uns meses Pan Pan foi o urso panda mais velho do mundo, depois de Jia Jia, outro panda com 38 anos, ter falecido em Outubro passado.

Devido à avançada idade, Pan Pan já se encontrava debilitado há algum tempo, sofrendo de cataratas, tensão arterial alta, tinha já alguma dificuldade em alimentar-se e tinha já sido em diagnosticado com um cancro em Junho.

O urso panda Pan Pan morava num centro para pandas idosos na cidade de Dujiangyan, centro da China, juntamente com mais 30 pandas, a grande maioria com mais de 20 anos.

A notícia da morte do panda Pan Pan está a ser recebida com tristeza pelos órgãos de comunicação do país que já vieram a público lamentar a morte do “avô dos pandas”. Pan Pan tinha ganho este nome carinhoso, por ser a imagem dos programas de reprodução em cativeiro do país.

Os últimos números indicam que neste momento há perto de 2.200 pandas, cerca de 400 estão em cativeiro.

Foto: KakauCantor / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php