A Atlântida chinesa

Templos, arcos monumentais, estradas de pedras e casas ainda sobrevivem, 50 anos depois de terem sido invadidos por água, na Atlântida chinesa, Shi Cheng. A cidade, que chegou a ser o centro político e económico da província de Zhejiang, foi sacrificada em 1959, para dar lugar a uma barragem.

Agora, quando se encontra 31 metros debaixo de água, Shi Cheng prepara-se para receber novamente turistas. É isso que esperam os responsáveis da província.

Situada no lago Quiadao, a chamada Cidade dos Leões esteve mais de 50 anos esquecida. Até agora: as autoridades estão a desenvolver um projecto levará mergulhadores a tornarem-se guias de Shi Cheng. É que quase todas as estruturas da cidade mantêm-se intactas, incluindo as escadas de madeira, pelo que não faltarão curiosos a esta visita.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta