O lixo das paradisíacas praias de Sian Ka’an

Sian Ka’an é uma reserva tropical – classificada como património mundial pela UNESCO em 1987 – localizada ao longo da costa caribenha do México. Apesar das vistas paradisíacas, as correntes oceânicas que por ali passam atiram para a costa lixo proveniente de vários pontos do globo.

Alejandro Duran é um artista que trabalha em Brooklyn, Nova Iorque, e que recolhe este lixo e o transforma em arte. O objectivo de utilizar estes detritos é reflectir sobre “a tensão entre o mundo natural e o mundo superdesenvolvido”.

De todo o lixo que já recolheu das praias de Sian Ka’an, Alejandro Duran afirma ter já encontrado detritos de 50 países diferentes. Em alguns dos casos, o artista limita-se a fotografar o lixo tal como o encontra. Noutros, Duran combina os resíduos para criar algo mais elaborado. Independentemente do caso, a mensagem que pretende passar é sempre a mesma: “A série fotográfica resultante revela uma nova forma de colonização pelo consumismo, onde até os terrenos não urbanizados são algos de um impacto de longo alcance, fruto da nossa cultura descartável”.

Veja aqui algumas das obras do artista.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta