Madrid restringe acesso de automóveis a Gran Via, principal avenida da capital espanhola

madrid

Já no início de 2018, Madrid vai juntar-se a outras cidades europeias que nos últimos tempos tem restringido o acesso de automóveis ao centro das suas localidades. A medida foi avançada por Manuela Carmena, presidente da câmara de Madrid, com o objectivo de limitar a circulação de carros apenas a residentes, comerciantes, táxis e veículos de emergência.

Uma das vias que será abrangida por esta medida é a Gran Via, eixo central de Madrid, e conhecida pela elevada circulação automóvel diária. Com esta proibição, a via ganhará nova vida, passando a estar orientada para a circulação preferencial de peões e ciclistas.

No final de 2016, a via foi cortada ao transito automóvel durante um período experimental, com as entidades locais, nomeadamente as equipas de mobilidade da autarquia, a classificarem o teste como “muito positivo”.

Mas para prosseguir com esta medida, a autarquia madrilena terá de avançar com algumas obras de requalificação da zona circundante à Gran Via. No imediato será necessário nivelar o solo para corrigir diferenças de alturas entre estrada e passeios, bem como a criação e requalificação de estruturas exclusivas para peões.

A proposta está no entanto a ser alvo de contestação por parte da oposição madrilena, que alega que a iniciativa poderá ter elevados prejuízos para os comerciantes daquela zona. Em alternativa, o líder da oposição pelo Partido Popular em Madrid, Esperanza Aguirre, defende a substituição da frota de transportes públicos poluentes da cidade, para opções mais sustentáveis.

Foto: jose luis mur / via Creative Commons 

 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php