A lagarta-serpente

Algumas aranhas fazem-se passar por joaninhas e até troncos de árvores para passarem despercebidas. O camaleão muda de cor consoante a vegetação, para se esconder dos predadores. Mas existe um animal que eleva a arte do disfarce a um outro nível: a lagarta serpente.

Esta espécie de lagarta cria a ilusão de ser uma cobra perigosa, retraindo as pernas e expandindo a extremidade do corpo, que tem marcas que se assemelham aos olhos de uma serpente. Além de se disfarçar de cobra, esta lagarta também se comporta como uma. Em estado larval, antes de se transformar numa mariposa, a lagarta costuma atacar em defesa no caso de um predador se aproximar, mesmo que não tenha a capacidade de morder das serpentes.

Esta lagarta disfarçada foi fotografada por Daniel Janze, biólogo da Universidade da Pensilvânia, na Área de Conservação de Guanacaste, na Costa Rica. “Para os observadores que não estejam familiarizados esta lagarta pode parecer estranha e assustadora. Todas as lagartas da Costa Rica assemelham-se a qualquer coisa, quer seja uma folha, galho ou, neste caso, a uma serpente”, explica o biólogo. Daniel Janze estuda as espécies de lagartas da Costa Rica desde 1978 e é um perito em entomologia há mais de 50 anos.

Esta lagarta apenas vive entre 10 a 30 dias, antes de formar um casulo e se transformar em mariposa. Podem ser encontradas na Costa Rica, Belize, México e Guatemala.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta