Estes são alguns dos legumes mais estranhos que algum vez viu

alimentos surpreendentes

 

 

Não gosta de comer legumes? Se calhar, está apenas cansado das opções tradicionais. Mas anime-se: existem diversos vegetais saudáveis e saborosos que provavelmente nunca sequer provou e que ainda o podem deixar rendido.

Substitua as cenouras, as batatas ou a alface por alguns vegetais exóticos. Chegou a hora de se aventurar na cozinha e experimentar alguns dos alimentos invulgares que lhe sugerimos.

Oca – Em muitas regiões da América do Sul, este legume é considerado a segunda batata. É uma excelente fonte de vitamina C, potássio e ferro. Existem muitas variedades diferentes de oca, pelo que os sabores podem variar. Em geral, são mais doces do que as batatas.

Amêndoa da Terra – Embora sejam muitas vezes chamados de nozes, estes tubérculos são na verdade a raiz da planta cyperus esculentus. São muitas vezes demolhados em água morna antes de serem comidos e têm um sabor doce. Para quem é intolerante à lactose ou vegan, podem revelar-se um bom substituto ao leite.

Romanesco – Este vegetal é uma variante exótica da couve-flor. O romanesco é uma excelente fonte de vitamina C, vitamina K, fibras e carotenóides.

Couve-rábano – Este parente do repolho selvagem já foi apontado como um dos 150 alimentos mais saudáveis do planeta. É consumido de forma comum na Índia e praticamente todas as partes da planta são comestíveis – raiz, caule e folhas.

Cersefi – Esta planta pode ser associada ao girassol, mas é a sua raiz comestível que a transforma num verdadeiro regalo. Além de saborosa – sabe a alcachofras – e saudável, crê-se que também tenha propriedades medicinais, como para o tratamento de mordidas de cobra.

Kai-Lan – Descrito frequentemente como o “brócolo chinês”, o kai-lan é uma comum e nutritiva opção na culinária cantonesa. As suas folhas consistem num delicioso complemento em qualquer salada e podem ser servidas em refeições onde incluiria brócolos.

Girassol batateiro – O girassol batateiro pode ser usado como substituto com baixo amido da batata e é extremamente fácil de produzir. Também tem um grande potencial na utilização para bebidas alcoólicas.

Salicórnia – Também conhecido como “espargos do mar”, este vegetal é o complemento perfeito para pratos de peixe. Cresce em locais onde poucas plantas se conseguem adaptar: zonas rochosas, polvilhadas com o sol proveniente do oceano. Esta planta resistente já foi investigada como uma potencial fonte de biodiesel.

Nopal – Este delicioso vegetal provem de uma planta que provavelmente nunca pensou em comer: o cacto. É um vegetal popular no México e, como é tão carnuda, pode ser uma excelente opção para os vegetarianos.

Dulse – A dulse é uma alga comum no Atlântico Norte, fonte rica de vitamina B, fibra e proteína vegetal. Tem também sido tradicionalmente usada para ajudar a prevenir o bócio, uma vez que é abundante em iodo.

Fiddleheads – Estes vegetais não são cultivados, apenas colhidos na natureza, sendo assim apenas possível encontrá-los local e sazonalmente. À semelhança dos cogumelos, nem todos são comestíveis e alguns são venenosos. Os fiddleheads são suculentos, ricos em omega-3, fibras e antioxidantes.

Foto: via Creative Commons 

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php