Uma catedral vegetal

Um edifício é algo normalmente imutável, seco e morto, mas não para o artista italiano Giuliano Mauri, que construiu a Cattedrale Vegetale. Este é um exemplo perfeito de como a arquitectura pode ser complementada pela natureza ou, inclusive, feita a partir dela.

E se os edifícios sobrevivem vários anos, décadas ou séculos à morte dos seus desenhadores, esta catedral não é excepção, e mesmo depois da morte de Mauri, em 2009, ela continuou a sua missão.

Inspirada no gótico, a catedral começou a ser construída em 2002, em Valsugana, Itália, e foi finalmente terminada em 2010, já depois do arquitecto falecer. Veja algumas das fotos da catedral vegetal.

Fotos: via Bored Panda

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta