As novas bolhas chinesas

Os níveis recorde de poluição registados nas grandes cidades da China têm servido para estimular a criatividade dos decisores políticos e dos arquitectos e designers no que toca a encontrar soluções inovadoras para combater ou minimizar os efeitos da poluição.

Uma destas soluções inovadoras foi proposta por um atelier de arquitectos londrinos, o Orproject, que propôs a criação de bolhas gigantes cheias de ar puro em Pequim. Estas bolhas insufláveis teriam parques e jardins botânicos que produziriam o ar puro. As bolhas seriam construídas numa estrutura ultraleve que se assemelha às asas de uma borboleta com veios de folhas.

O sistema utilizaria um material conhecido como ETFE, o mesmo que foi utilizado na construção do centro aquático olímpico para os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Este plástico transparente e maleável poderia ser utilizado para criar então as bolhas gigantes que permitiriam a passagem dos raios solares ao mesmo tempo que protegeriam os habitantes de Pequim dos elevados níveis de poluição.

Christoph Klemmt, fundador do Orproject, acredita que este bioma pode criar diferentes microclimas dentro do mesmo espaço. O aquecimento e arrefecimento das bolhas gigantes serão feitos através de um sistema de trocas de calor e as necessidades energéticas serão supridas através de painéis solares integrados na estrutura.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta