O Sol do deserto alimenta este condomínio

Os complexos hoteleiros e residenciais luxuosos são, provavelmente, os que mais têm o dever de investir em instalações e características ligadas à construção sustentável – se é que isso pode dizer-se assim, abertamente e de forma objectiva.

Na verdade, são eles que poderão mais facilmente incentivar outros projectos a seguir este caminho que, na verdade, nos leva inevitavelmente para a poupança: não só dos recursos naturais deste planeta mas também da nossa carteira.

É o caso deste eco-resort desenhado pela Baharash Architecture para um cliente da região sul dos Emirados Árabes Unidos. O complexo é 100% alimentado por energia solar e tem várias características que o ajudam a manter a linha entre casa e natureza muito fina.

O interior das casas tem todas as comodidades luxuosas do mundo moderno – cozinha equipada, sala, dois quartos e duas casas-de-banho. A cozinha espaçosa tem um jardim interior e lugar à mesa para oito pessoas. A grande janela de vidro limita a barreira entre a cozinha e as restantes divisões, oferecendo também uma paisagem deslumbrante do exterior.

Na sala, as janelas – que vão do tecto ao chão – são amovíveis, permitindo que, à noite, o ar mais fresco entre em casa. Ao centro foi também colocada uma lareira, uma homenagem à tradução beduína.

Todas as casas são 100% alimentadas pelo sol do deserto, sendo a energia armazenada em várias baterias. As casas foram construídas a partir de secções pré-fabricadas, montadas no local e isoladas através de painéis de cimento.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta