O ecossistema surpreendente da dolina de Hubei

As dolinas – depressão no solo –, quando em ambiente urbano, são sinónimo de desastre: já todos ouvimos de buracos que se abriram no solo engoliram autocarros ou casas. Mas não é o caso desta dolina natural na China, nas montanhas da província de Hubei, que alberga um fantástico pequeno ecossistema.

A depressão fica num local remoto, apenas acessível através de equipamento de escalada. O ambiente húmido que existe naquela região montanhosa proporcionou o desenvolvimento de um ecossistema exuberante auto-suficiente, praticamente intocado pelo homem.

A dolina de Hubei resultou de uma depressão natural, resultado do relevo cárstico da região, formada pela dissolução química das rochas calcárias abaixo da superfície. Embora a formação tenha sido descoberta há algumas décadas, poucas foram as pessoas que a visitaram, maioritariamente investigadores. Estima-se que a cavidade calcária tenha uma profundidade de 290 metros, com uma área de cerca de 6,7 hectares.

Dada a localização remota e as condições favoráveis de crescimento, a dolina desenvolveu um ecossistema próspero. A luz solar entra através da abertura da dolina, assim como a chuva e condensação fornecem a água necessária. No local húmido e rico em oxigénio abunda a vida vegetal, especialmente os fetos. Mas também é possível encontrar flores, videiras, musgos e palmeiras. Tal diversidade de flora proporciona um abrigo seguro para várias populações de borboletas, insectos e andorinhas.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta