Como serão as cidades do futuro?

o futuro da arquitectura

A Atlântida pode ser apenas uma lenda, mas começam a surgir projectos de cidades subaquáticas e flutuantes inspiradas na cidade perdida e, num futuro próximo, podem mesmo tornar-se realidade.

A Floating City é apenas um exemplo dos projectos futuristas que começam a surgir. Concebida por uma equipa de arquitectos britânicos e asiáticos, este “mundo aquático” foi encomendado pela construtora chinesa CCCC. A cidade flutuante estende-se por 10,4 quilómetros quadrados e possuiu uma doca, estradas e fazendas, sendo completamente auto-suficiente.

Construída em módulos hexagonais e triangulares que se interligam à superfície e em profundidade através de passagens e túneis, esta metrópole aquática está ainda equipada com jardins verticais, um hotel, um complexo de entretenimento e uma grande arena flutuante que pode acolher concertos e jogos desportivos.

Uma vez que a cidade está interligada por passagens e túneis, o transporte de pessoas pode ser feito através de submarinos e barcos amigos do ambiente. Os arquitectos pretendem ainda incluir carros eléctricos na cidade para o caso de deslocações mais rápidas. Os mentores do projecto pensaram ainda num cruzeiro que irá operar o transporte dos residentes e turistas para terra e vice-versa.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php