Nova vacina experimental garante protecção total contra a malária

Malaria testing at Centro de Saude Popular, Kuito.

A informação ainda carece de confirmação em laboratório, mas os dados recolhidos até agora dão nova esperança à luta contra a malária. Os resultados foram publicados ontem na revista Nature Communications e indicam que após dez semanas de testes em humanos, esta nova vacina garantiu protecção total aos voluntários que participaram no estudo.

Esta nova vacina que está a animar a comunidade cientifica foi testada em 35 pessoas e usa células de parasita que provoca a doença, sendo injectadas directamente nos sujeitos em teste. Esta é considerada uma forma mais prática para testar a vacina, em substituição de usarem os mosquitos que transportam o parasita.

Para perceber o impacto desta descoberta, aos participantes saudáveis foram administradas doses diferentes da vacina e do medicamente anti-malária, sendo posteriormente injectados com a variante do parasita usada na vacina. Os resultados foram surpreendentes e dão novo alento à investigação cientifica desta doença: 90% dos voluntários demonstraram protecção total à doença durante as 10 semanas seguintes à última dose.

“Quando conseguirmos optimizar o regime de imunização (dose, intervalo entre doses e medicamento), esta vacina poderá ser usada em massa para eliminar a malária de áreas geográficas definidas”, explicam os autores desta investigação.

Foto: David Blumenkrantz / Creative Commons

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php