A ponte Inca de Keshwa Chaca

Quando os Incas precisavam de viajar pelos Andes, a solução passava por construir pontes de corda feita à ponte para passar rios e desfiladeiros. Todas estas pontes desapareceram, excepto uma: a ponte de Keshwa Chaca, sobre o rio Apurimac, em Huinchiri, no Peru.A ponte, que antecipou em 300 anos a chegada de pontes suspensas na Europa, foi reconstruída pela população local

, que utilizou a mesma técnica que os povos antigos e seus antepassados.

A ponte tem 27 metros de extensão e fica cerca de 30 metros acima do rio. A primeira versão da ponte tinha sido construída há 500 anos e, naquela época, era reconstruída todos os anos, como forma de pagamento de impostos. Actualmente, a ponte é reconstruída todos os Junhos – são precisos três dias para o fazer.

O chão da ponte é constituído por pequenos paus e canas, colocados transversalmente e atados à plataforma. Segundo os locais, a ponte consegue aguentar com o peso de 56 pessoas.

Os Incas construída cerca de 200 pontes suspensas em corda, todas feitas à mão. Cada uma delas fazia parte de um sistema rodoviário com 40.000 quilómetros, entre os actuais territórios do Equador e Argentina.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta