EUA: arriscar a vida para fotografar uma supercélula

A supercélula do Nebraska

À partida, este circulo negra representado na foto pode parecer algo parecido com um objecto voador não identificado, um OVNI, mas o fenómeno nada tem de sobrenatural nem extraterrestre: trata-se de uma supercélula, tempestades caracterizadas pela presença de um mesociclone – corrente de ar ascendente que gira no interior da nuvem.

Também chamadas de tempestades gigantes, elas ocorrem muito raramente e podem dominar o clima até uma distância de 32 quilómetros.

As supercélulas são fenómenos belos e perigosos, sendo também muito procuradas pelos fotógrafos. Os estados norte-americanos do Montana, Dakota do Sul, Nebraska, Kansas, Dakota do Norte e Oklahoma são alguns dos mais atingidos por estas tempestades – as fotos foram tiradas no Nebraska, perto da quinta de Broken Bow, pela fotógrafa freelance Vanessa Neufield, de 36 anos.

“Tive muita sorte e um grande timing para tirar esta fotografia”, explicou Neufield. Estas formações duram entre 30 a 40 minutos, antes de ficarem mais pequenas e, eventualmente, desaparecerem. Veja seis das fotos disponibilizadas por Vanessa.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta


Patrocinadores

css.php