Jantar? Pode ser uma refeição rápida

O corvo-marinho-de-orelhas que vê na nossa galeria demorou 10 minutos a colocar o peixe-jacaré por si pescado na posição perfeita, escolhendo minuciosamente cada detalhe do seu jantar. Depois, de um único trago, ele elevou o peixe e comeu-o em poucos segundos.

A sequência foi fotografada por Todd Lawrence, conselheiro financeiro e fotógrafo amador que viajou propositadamente até um canal de Boynton Beach, na Florida, para enriquecer o seu portfólio fotográfico.

Lawrence, de 44 anos, explica que o corvo-marinho-de-orelhas colocou o peixe-jacaré na posição perfeita para ser devorado em poucos segundos. “Quando esperava que o sol se pusesse, vi uma ave a saltar perto do embarcadouro, muito excitada, e fui investigar. À medida que ficava mais perto e consegui um bom ângulo, reparei que o corvo-marinho-de-orelhas estava a começar a jantar, por isso tirei várias fotografias”, revelou.

“Estas aves são conhecidas por atirarem os peixes ao ar e comerem-nos desta forma. No entanto, este corvo demorou 10 minutos a preparar e posicionar o peixe”, concluiu. “Já vi aves de rapina e garças perseguirem e comer peixes, mas fiquei impressionada com a determinação desta ave em colocar a refeição no seu estômago”.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta