O trabalho mais duro do mundo?

O Bangladesh é o quarto país mais poluído do mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde, e Dhaka está na lista de metrópoles que ma contribuem para este indesejado prémio. Como país em vias de desenvolvimento, o Bangladesh não tem uma verdadeira estratégia ou política de gestão de resíduos, pelo que imagens como as que partilhamos na fotogaleria são habituais no país.

A lixeira situa-se em Matuail, Dhaka, e recebe o lixo de três milhões e meio de habitantes. Segundo o fotógrafo italiano Cristiano Ostinelli, responsável pelas fotografias, quase todo o lixo é orgânico, pelo que o cheiro é horrível. “A lixeira é quase toda composta por lixo orgânico, pelo que o cheiro é horrível, parece vómito”, esclareceu ao Daily Mail.

Como noutras lixeiras de todo o mundo, são as crianças que procuram objectos de maior valor nesta montanha de resíduos. “É pavoroso ver as crianças, vestidas com roupas rasgadas e algo inexplicável nas mãos. É o Inferno na Terra”, continuou Cristiano Ostinelli.

Os trabalhadores de Mutuail ganham o equivalente a €0,95 por dia mas, incrivelmente, são melhor remunerados que muitos outros profissionais. Hoje, depois da ajuda do Governo japonês, o local deixou de ser uma lixeira de céu aberto e existe algum controlo e até coerência no tipo de resíduo depositado. Todo este trabalho foi feito com Mutuali a receber 1500 toneladas de lixo por dia.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta