MetroBus pode chegar a Loures, Odivelas e Algés

MetroBus pode chegar a Loures, Odivelas e Algés

Se a vontade do presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo, for cumprida, o MetroBus chegará a Loures e Algés. Confirmada, como ontem adiantámos, está a ligação entre o Dolce Vita Tejo e Odivelas, um investimento de 12 milhões de euros que vai arrancar numa segunda fase do projecto.

De acordo com o Jornal de Notícias, Joaquim Raposo realçou que o projecto que agora arranca é “amigo do ambiente” e vai melhorar a mobilidade no município. A um preço, aparentemente, reduzido.

“Permite utilizar as vias existentes, com algumas adaptações, permite utilizar corredores próprios e não é preciso fazer outras obras, [como túneis ou viadutos] que realmente encarecem este país. Essa é uma grande vantagem”, explicou Joaquim Raposo.

Também presente na cerimónia, o secretário de Estado dos Transportes, Carlos Correia da Fonseca, disse que este era um projecto que deveria servir de “bandeira” a outros municípios.

“É a maneira de não andarmos a mandar dinheiro pela janela fora. Porque fazer um comboio para andar a transportar 100 passageiros por dia, como acontece em muitas situações, é brincar com o dinheiro dos contribuintes e é aumentar o endividamento das empresas”, referiu.

O governante falou também do metro do Mondego. “Temos neste momento o projecto do metro do Mondego e cada veículo que lá vamos meter custa três milhões de euros. Para transportar quantas pessoas? É óbvio que aquela gente precisa de ter transportes estruturantes – e vai ter – mas tem que ser adequado às necessidades reais da procura”, concluiu Correia da Fonseca, citado pelo Jornal de Notícias.

O MetroBus é um veículo rodoviário eléctrico que terá capacidade para transportar mais de 2500 passageiros em hora de ponta. Numa primeira fase, vai ligar o Dolce Vita Tejo a Lisboa e deverá estar em funcionamento já em 2013.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php