Brasil: Campus Aberto indica a estudantes de São Paulo os transportes mais sustentáveis

Os estudantes universitários da cidade de São Paulo, no Brasil, já podem partilhar as rotas mais sustentáveis para chegarem aos campus universitários e até combinarem a utilização conjunta de automóveis ou táxis.

O projecto chama-se Campus Aberto e foi lançado há dias pelo Instituto da Mobilidade Verde (IMV) de São Paulo, em conjunto com a Secretaria do Meio Ambiente daquela cidade, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metro de São Paulo.

Através de um mapa da cidade e que é disponibilizado no site, os estudantes podem, por exemplo, oferecer ou partilhar boleias até à universidade. O site permite ainda aos seus utilizadores estarem a par das últimas novidades de cada universidade paulista – e do trânsito.

Siga o Campus Aberto no Facebook.

O objectivo do site é melhorar a mobilidade dos estudantes universitários de São Paulo. O Campus Aberto faz parte de um projecto da Universidade de Harvard para a mobilidade urbana, o Open City Day, que procura soluções para cidades e forma cidadãos multimodais, um novo conceito de pessoa que realiza as suas deslocações de uma forma mais sustentável, integrando de forma inteligente a mobilidade via metro, automóvel, autocarro, comboio, bicicleta ou táxi.

De acordo com o blog brasileiro Mobilidade Sustentável, o Campus Aberto vai premiar com bicicletas os universitários mais participativos no projecto.

A bicicleta vai ser exclusiva e foi desenhada pela General Wings.

Apesar de ter arrancado em São Paulo, o projecto Campus Aberto vai ser ampliado para outras cidades brasileiras.

De acordo com o Ministério da Educação brasileiro, há 500 mil novos universitários, todos os anos, em São Paulo. Paralelamente, há 60 milhões de deslocações diárias na cidade, muitas delas realizadas pelos estudantes.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php