Universidades de Coimbra e Nova vencem prémio de investigação da Valormed

Universidades de Coimbra e Nova vencem prémio de investigação da Valormed

As universidades de Coimbra e a Nova, de Lisboa, foram as grandes vencedoras do “Prémio valormed – Investigação 2010″, que distinguiu projectos portugueses relacionados com o impacto ambiental das embalagens e resíduos de medicamentos.

O primeiro projecto premiado monitorizou, de forma analítica, os resíduos de medicamentos em amostras de águas do Rio Mondego, águas residuais de quatro hospitais e da ETAR de Coimbra.

Este projecto foi coordenado pela professora Angelina Lopes Pena, da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra.

A segunda iniciativa premiada teve como base o fornecimento de informações relevantes sobre comportamentos de famílias portuguesas na entrega, em farmácias, de embalagens de medicamentos usados.

Estas informações proporcionaram conclusões importantes para as medidas e acções a implementar pela Valormed e que têm como pano de fundo o incentivo à participação dos utentes.

“A actividade da Valormed centra-se na protecção ambiental, no âmbito do resíduo do medicamento e respectivas embalagens. A formação, educação e sensibilização ambiental do público é característica essencial na nossa acção”, explicou o director-geral da Valormed, José Carapeto.

De acordo com o responsável, este prémio é uma forma de “incentivar a comunidade científica e empresarial a apresentarem estudos e projectos que nos ajudem a implementar as melhores medidas de gestão ambiental no sector do medicamento”.

Este prémio tem o apoio da Universidade Nova de Lisboa e visa promover a valorização e a promoção de embalagens e medicamentos fora de uso. O prémio tem uma periodicidade bienal.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php