Porto: recolha selectiva de óleos alimentares usados arranca em Setembro

A recolha selectiva de óleos alimentares usados vai arrancar no Porto já em Setembro, sendo que o município irá disponibilizar 42 oleões em diversos locais da cidade, sobretudo escolas, juntas de freguesia, grandes superfícies, supermercados e no Parque da Cidade.

A colocação dos oleões deverá terminar na próxima semana, devendo depois ser definida uma data formal, nos primeiros dias de Setembro, para o arranque oficial do projecto.

A rede de oleões vai ser comunicada à população através de uma campanha de divulgação da Lipor. “[Acreditamos] que a quantidade de óleos usados aumentará gradualmente. [À semelhança dos outros resíduos], também este fluxo terá um período de habituação”, explicou Susana Pedro, da Lipor, o serviço inter-municipalizado de gestão de resíduos do Grande Porto.

Segundo a Lipor, a Póvoa do Varzim foi o primeiro município a receber este projecto de recolha de óleos alimentares usados, em Julho. Depois da cidade do Porto, será a vez de Matosinhos receber o projecto, também em Setembro.

“As vantagens da separação dos óleos alimentares usados são inúmeras, os benefícios ambientais, sociais e económicos são de grande relevância”, explicou ao jornal Público Susana Abreu, que destacou a não contaminação dos cursos de água – um litro de óleos alimentares usados contamina cerca de um milhão de litros de água.

O óleo alimentar recolhido será encaminhado para reciclagem, para o fabrico de biodiesel.

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Sílvia Pires

    Acho muito bem!Mas devia ser de norte a sul.

Patrocinadores

css.php