Fabricantes em pânico com desinteresse dos jovens pelos automóveis

Fabricantes em pânico com desinteresse dos jovens pelos automóveis

A geração dos 18 aos 24 anos presta cada vez menos atenção aos automóveis e tem uma nova relação com a mobilidade. A conclusão é da MTV Scratch, uma unidade de negócio da gigante Viacom que presta consultoria sobre como podem as marcas relacionarem-se com os consumidores mais jovens.

Segundo o The New York Times, a MTV Scratch foi contactada pela General Motors para repensar a estratégia para chegar ao público jovem. Mas isso não será fácil. A maior parte dos jovens norte-americanos não quer saber de carros e prefere ter liberdade para recorrer a diferentes meios de transporte – metro, comboio, bicicleta – enquanto explora o Facebook ou Twitter. “O preço da gasolina e as preocupações ambientais também não ajudam”, explica o NYT.

O jornal norte-americano diz que a MTV Scratch perguntou a 3.000 consumidores nascidos entre 1981 e 2000 quais as suas marcas favoritas. No top 10… nenhuma marca automóvel. O estudo apurou ainda que 46% dos jovens com carta de condução entre os 18 e os 24 anos prefere ter acesso a internet do que a um carro.

E há dados a provarem esta teoria. Em 1998, 64,4% dos jovens de 19 anos tinham carta de condução. Em 2008, este número desceu para os 46,3%. Também segundo a Federal Highway Administration, os jovens entre os 21 e 30 anos conduziram 12% menos em 2009 do que o fizeram em 1995.

O NYT admite que os carros ainda são importantes e, no caso dos jovens que moram nos subúrbios, por vezes indispensáveis, mas há claramente uma mudança de paradigma em curso.

A General Motors detém marcas como Chevrolet, Opel ou Cadillac.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Comentário Simples: tornem os automóveis mais acessiveis, amigos do ambiente (exclusivamente hibridos e/ou totalmente eléctricos) de design arrojado e com enquadramento tecnológico actual.

Patrocinadores

css.php