Já apanhou um táxi eléctrico em Lisboa? (com VÍDEO)

Já apanhou um táxi eléctrico em Lisboa? (com VÍDEO)

Lisboa tornou-se no início do mês na primeira cidade do mundo a incorporar veículos eléctricos na sua frota de táxis. Os dois veículos – Renault Fluence Z.E. – podem ser vistos nas ruas da capital portuguesa durante os próximos dois meses.

Esta iniciativa tem com pano de fundo um protocolo entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Autocoope, cooperativa de táxis de Lisboa, que escolheram o eléctrico da Renault como veículo para testar em utilização real.

“A aposta no Renault Fluence Z.E., como táxi, pode ajudar a quebrar alguns mitos associados ao veículo eléctrico. E, no que diz respeito aos custos de utilização, uma vez que 120 quilómetros efetuados num automóvel eléctrico apenas representam um valor na ordem dos €1,5 (R$3,5), esta é uma solução economicamente interessante”, afirmou José Caro de Sousa, o administrador-delegado da Renault Portugal, durante a assinatura do protocolo.

Já a Autocoope prevê poupar €0,06 (R$0,14) por quilómetro e €3.600 (R$8.586) por ano, aproveitando para testar alternativas aos grandes problemas da frota de táxis eléctricos: tempo de carga e limitações na autonomia dos veículos.

Caso sejam encontradas soluções para estes problemas, o presidente da Autocoope, Carlos Alberto Ramos, admite mudar da tradicional frota de gasóleo para uma frota eléctrica. Veja a reportagem da Câmara Municipal de Lisboa sobre o projecto.

Protocolo entre a CML e a Autocoope from Câmara Municipal de Lisboa on Vimeo.

Comentários (Facebook):

Patrocinadores

css.php