Mirandela: 28 famílias receberam ontem hortas sociais

Mirandela: 28 famílias receberam ontem hortas sociais

Vinte e oito famílias carenciadas de Mirandela, em Trás-os-Montes, receberam ontem hortas sociais naquela que já foi a zona de maior produção hortícola daquele concelho. Estes terrenos vão garantir a subsistência e algum rendimento a estas famílias, constituídas, na sua maioria, por desempregados.

Segundo a EDP, parceira e financiadora do projecto, são 4.000 m2 de terrenos agrícolas, que já se encontram divididos em 30 talhões. Os terrenos são públicos e pertencem à Escola de Agricultura. “[Esta já foi] a zona que produziu mais hortícolas na região. [O projecto] vai garantir às famílias algum equilíbrio financeiro, aproveitando terrenos públicos”, explicou o presidente da Câmara de Mirandela, António Branco.

O projecto, que foi um dos vencedores do programa EDP Solidária Barragens 2011, é ainda promovido pela Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais e Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Mirandela.

“Trás-os-Montes pode dar um bom exemplo ao País de como a fome em Portugal não se ataca distribuindo alimentos por quem precisa, mas, sobretudo, pondo as pessoas a fazer a sua própria actividade e de preferência transformar isso numa actividade económica que permita também ter rendimento”, explicou Sérgio Figueiredo, da Fundação EDP.

A escola de Agricultura ficou também com um talhão para a prática pedagógica, dando apoio técnico aos novos cultivadores e a entidades que ajudarão a tratar da qualidade dos produtos, dos canais de distribuição para futura venda e acesso aos mercados.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php