Siemens: Comboio percorre 2.700 kms em caminho-de-ferro, estrada e mar

Siemens: Comboio percorre 2.700 kms em caminho-de-ferro, estrada e mar

A Siemens acaba de entregar o primeiro de 38 comboios Desiro encomendados pela operadora dos caminhos-de-ferro Russos, a RZD. A viagem de 2.700 quilómetros que separa as cidades de Krefeld (Alemanha), onde a Siemens está a construir estas unidades, e São Petersburgo, na Rússia, durou cerca de quatro semanas e envolveu meios de transporte rodoviários, marítimos e ferroviários.

“A distância desde a fábrica, em Krefeld, até às instalações da RZD na Rússia e as dimensões do comboio, um gigante de cinco carruagens com 270 toneladas, representaram um desafio para a Siemens em termos de logística”, explica a multinacional em comunicado

A estas condicionantes juntaram-se outras ao nível do transporte. Após uma análise prévia, a Siemens concluiu ser impossível transportar o comboio por estrada, uma dificuldade também sentida ao nível da via-férrea devido à diferença de bitola entre as linhas alemãs e as dos restantes países até chegar à Rússia.

Feita esta análise, a empresa alemã optou por dar início à operação para a entrega deste comboio por via rodoviária, transportando as carruagens do modelo do comboio Desiro da fábrica da Siemens em cinco camiões de elevada capacidade até ao porto de Krefeld (no Reno).

Uma vez no porto, o comboio Desiro foi içado por gruas para uma embarcação fluvial na qual seguiu através do rio Reno até Amesterdão, onde foi desembarcado para um navio de grandes dimensões que continuou a viagem para Norte, através do mar báltico.

Veja todas as fotos no site da Siemens.

O destino seguinte foi o porto de ferries de Sassnitz, em Island Ruegen, o único porto na Europa servido por linhas de caminho-de-ferro com bitola igual à da Rússia (1520 mm).“A próxima etapa do transporte foi cumprida por via-férrea, com uma locomotiva que transportou as carruagens do comboio, acopladas pela primeira vez, até ao destino final”, explicou a alemão.

Cerca de quatro semanas depois do início desta operação de logística, a RZD deu finalmente as boas-vindas ao primeiro comboio a que chamaram “Lastotschka”, andorinha em português.

Os 38 comboios Desiro deverão entrar ao serviço apenas em 2014, por altura dos Jogos Olímpicos de Inverno, que terão lugar em Sochi, na Rússia, para transportar atletas e espectadores para os vários locais das competições.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php