Nutrally: uma start-up portuguesa que comercializa gomas saudáveis

Nutrally: uma start-up portuguesa que comercializa gomas saudáveis

A goma saudável nasceu nos laboratórios da incubadora de empresas de Universidade Católica do Porto e ganha forma na Nutrally, uma start-up com seis meses e que ainda permanece no segredo dos deuses.

Concebida por Silvino Henriques, um mestre em Microbiologia de 25 anos, a Nutrally tem ainda na sua equipa Filipa Rocha, de 26 anos e colega da Silvino na Universidade Católica. Em seis meses os dois criaram a primeira amostra da Jelly Gummy. Hoje, este é apenas um produto inovador, sem açúcar, mas no futuro evoluirá para gomas nutricionais (com fibras ou vitaminas) e nutracêuticas, ou seja, que fazem bem devido à presença de bifidus activos.

Há um pequeno problema, porém, o preço. Se cem gramas de gomas tradicionais custam, em média, €1 (R$2,5), uma vez retirado o açúcar o preço duplica ou triplica. Ainda assim, estas gomas podem custar entre €5 (R$12,7) a €7 (R$17,8) por 100 gramas.

“Vamos apostar em nichos e colocar os nossos produtos em superfícies comerciais. Já temos o contacto de uma empresa de chocolates que nos pode facilitar o processo de fabrico e distribuição”, explicou ao Dinheiro Vivo Silvino Henriques.

Nos escritórios da empresa, no Polo da Asprela, Porto, já se sonha com a comercialização das primeiras gomas saudáveis do mercado. Conheça melhor o projecto em http://www.nutrally.eu/home/

Comentários (Facebook):

Patrocinadores

css.php