Rio de Janeiro: mítico estádio do Maracanã vai gerar energia

Rio de Janeiro: mítico estádio do Maracanã vai gerar energia

O histórico estádio do Maracanã, agora renovado, vai gerar 400 quilowatts/pico, o equivalente a electrificar 200 residências, já a partir de Setembro. O projecto, denominado Maracanã Solar, está a ser desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Económico, Energia, Indústria e Serviços do Estado do Rio de Janeiro em parceria com a empresa Light e a EDF.

Segundo o Programa Rio Capital da Energia, que superintende esta iniciativa, este projecto prevê a instalação de painéis solares na parte superior do estádio e está orçado em R$6 milhões (€2,3 milhões).

Na verdade, a ideia é mais vasta e passa por criar um polo solar à volta do Maracanã, instalando painéis fotovoltaicos no Ginásio do Maracanãzinho, no Estádio de Atletismo Célio de Barros, no parque aquático Júlio de Lamare e na Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

O Programa Rio Capital da Energia reúne 35 iniciativas e um total de R$500 milhões (€192 milhões) de investimento. Para além do Maracanã Solar, serão desenvolvidos projectos relacionados com a eficiência e poupança energética, reciclagem, um quiosque itinerante na zona Sul fluminense, um portal para acompanhar o programa e uma feira de tecnologia.

Está também prevista a modernização da iluminação de prédios da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a troca de lixo reciclável e óleo de cozinha por descontos nas contas da luz, em áreas mais pobres, e a instalação de um centro de pesquisa de empresas multinacionais, nos arredores da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php