Ilha do Pacífico afinal não existe

Ilha do Pacífico afinal não existe

Um suposto pedaço de terra no meio do Pacífico Sul, chamado Ilha de Sandy no Google Maps, afinal não existe, de acordo com cientistas da Universidade de Sydney, na Austrália, que percorreram as águas azuis do Pacífico à procura da ilha fantasma.

A ilha ficaria entre a Austrália e a Nova Caledónia, mas quando os cientistas foram percorrer a zona apenas encontraram mar azul e recifes de corais – 1,4 quilómetros de Oceano profundo. A ilha de Sandy aparece no Google Maps, em mapas marinhos e até em mapas mundiais.

“Queríamos assegurar-nos do que existiria aqui, porque os mapas de navegação garantiam 1.400 metros de profundidade de água nesta área”, explicou a cientista Maria Seton. “E como existe a Ilha de Sandy no Google Earth e outros mapas, formos averiguar. Não há ilha, é mesmo bizarro”, explicou Seton.

Agora, esta equipa de cientistas quer saber o que aconteceu à ilha de Sandy – e porque razão aparece em vários mapas. Veja a página da Sandy Island na Wikipedia.

Segundo a imprensa australiana, a ilha fantasma estaria em águas territoriais francesas, mas nada aparece nos mapas governamentais. Por outro lado, o Serviço Hidrográfico Australiano afirma que a aparição da Ilha de Sandy em alguns mapas, muitos deles oficiais, pode ser apenas um erro humano, repetido ao longo dos anos.

Há mais de 10 anos que a Ilha de Sandy é dada como uma certeza do Pacífico Sul, assegura a BBC, que diz que começou já uma corrida para ver que outras ilhas e territórios, existentes em mapas oficiais, não existem.

Na foto: Uma Sandy Island australiana, vista do Google Maps. Mas esta existe mesmo.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php