Portugal: como contornar o desemprego inesperado com a ajuda do microcrédito

O que fazer quando o desemprego inesperado bate à porta? Esta é uma dúvida que assola muitas, e cada vez mais, pessoas. Leonor Brito viu nesta condição uma oportunidade: aliou a sua paixão pela infância à sustentabilidade ambiental e criou a Nascer Ecológico, com a ajuda do microcrédito. Hoje, entre grávidas e bebés, diz-se uma empresária realizada.

A Nascer Ecológico é uma empresa vocacionada para o comércio de produtos ecológicos para a gravidez e a primeira infância. Todos os artigos são naturais, grande parte deles biológicos, e vegan – não têm origem animal nem são testados em animais.

O projecto foi criado o ano passado por Leonor Brito, 39 anos, desempregada desde Julho de 2010 e, por motivos de saúde, impossibilitada de exercer a sua profissão – educadora de infância. “Começou então a nascer a ideia de criar a minha própria empresa, relacionada de alguma forma com a infância, em particular com crianças mais pequenas”, revela Leonor ao Green Savers.

O processo de implementação do projecto foi rápido, mas cuidadoso. Leonor começou por desenvolver uma intensa pesquisa de mercado sobre as necessidades sentidas pelos consumidores para, depois, delinear o seu plano de negócios. Quando já tinha objectivos delineados, solicitou então o microcrédito à Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC).

Foi-lhe atribuído um técnico e passaram a trabalhar em conjunto, em tempo real. “Durante algumas semanas trabalhámos no plano de negócios e eu fui concretizando toda a parte comercial da empresa, nomeadamente stock, fornecedores, espaço e burocracias envolvidas”, explica Leonor. Em pouco tempo, o projecto foi aprovado e procedeu-se ao registo da empresa.

O microcrédito foi, sem dúvida, a ferramenta que permitiu a Leonor tornar a Nascer Ecológico numa realidade. Dada a sua situação de desemprego, a opção de financiamento pela via bancária estava excluída. E Leonor acrescenta: “Além da parte financeira, o microcrédito teve também um papel fundamental no sucesso da minha empresa pois, desde o primeiro dia, tive orientação e apoio técnico para a elaboração do plano de negócios, instrumento fundamental a qualquer projecto”.

Hoje, já com o negócio implementado, Leonor continua a contar com o apoio da ANDC – mantém contacto frequente com o técnico que a acompanhou. “Para mim é importante sentir que não estou sozinha nesta aventura empreendedora e que a qualquer momento posso telefonar a pedir um conselho ou uma orientação.”

A empresária sente as dificuldades naturais que advêm da diminuição do poder de compra dos portugueses – mesmo assim, vê vantagens na actividade por conta própria. “É realmente bonito e motivo de orgulho vermos uma criação nossa a tomar forma e a crescer”, diz ela.

Mães e bebés amigos do ambiente

“Antes de saber que produtos iria vender, já tinha a certeza que a Nascer Ecológico teria esta vertente saudável, amiga do ambiente.” É assim que Leonor justifica a sua escolha pela área de negócio em que apostou.

À preocupação ambiental aliou-se também a preocupação com a saúde pessoal. Consciente da quantidade exagerada de químicos e substâncias nocivas à saúde que ingerimos diariamente, Leonor quis reforçar a urgência do uso de produtos de origem natural. “Basta ler a composição de um simples gel de banho ou de uma pasta de dentes das ‘grandes’ marcas para percebermos que há ali coisas a mais”, explica.

A Nascer Ecológico oferece, assim, uma gama variada de produtos orgânicos. Com artigos direccionados principalmente para mães e crianças, os que têm maior destaque são as fraldas reutilizáveis – fraldas de tecido que, em vez de serem descartadas para o lixo, tornando-se em resíduos para o planeta, são lavadas e voltadas a usar. Garantem ainda segurança para o bebé, pois não contêm químicos, como acontece com as descartáveis.

Estão também disponíveis produtos de cuidado orgânico para a pele das crianças, detergentes ecológicos, brinquedos construídos de bambu, artigos de dermocosmética, entre muitos outros artigos.

A Nascer Ecológico tem uma loja física, presente no concelho do Seixal, e uma loja online “que é um sucesso desde o primeiro dia”. A loja online funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, e Leonor faz questão de dar resposta célere a todas as perguntas, encomendas e dúvidas que lhe coloquem via email ou Facebook.

A empreendedora já não trocaria a Nascer Ecológico por outro posto de trabalho – “tem um enorme valor sentimental para mim”. Mas a actividade de empresária não a impede de fazer outras coisas – actualmente Leonor exerce também a actividade de formadora na área dos maus tractos infantis.

Sentindo que a procura de uma maior diversidade de produtos naturais tem crescido, Leonor tenciona alargar ainda mais a gama que a empresa oferece. “Cada vez mais as pessoas tomam consciência dos benefícios que os produtos orgânicos trazem para a nossa saúde e apostam neles”, afirma.

Depois de tal acto de resiliência e coragem, os planos para o futuro de Leonor passam por divulgar a Nascer Ecológico e fazê-la crescer, sem nunca se afastar dos ideais, crenças e valores que lhe foram atribuídos.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php