Carro eléctrico mais potente do mundo é carregado com tecnologia portuguesa

Carro eléctrico mais potente do mundo é carregado com tecnologia portuguesa

O circuito da Catalunha, em Barcelona, foi o “convidado especial” da apresentação do automóvel eléctrico mais potente do mundo, o Volar-e, um veículo com uma potência de 1000cv, prestações ao nível dos superdesportivos e uma particularidade especial: as suas baterias são carregadas em apenas 15 minutos, com recurso a um carregador único no mundo, desenvolvido pela portuguesa Magnum Cap.

Este consórcio foi liderado pelos espanhóis da Applus+IDIADA, empresa especializada na prestação de serviços de design, engenharia, testes e homologação para a indústria automóvel, que nos últimos anos tem vindo a dedicar especial atenção aos veículos eléctricos.

O projecto, cofinanciado pela Comissão Europeia, pretende assumir-se como ícone da promoção do veículo eléctrico, posicionando-o como alternativa real aos veículos de combustão e demonstrando que as barreiras à sua utilização estão já a caminho de ser ultrapassadas.

O Volar-e é alimentado por quatro motores eléctricos iTORQ, que elevam a sua potência aos 1000cv e as prestações ao nível de qualquer supercarro: 3,4s dos 0 aos 100 km/h e 300km/h de velocidade máxima.

Siga a Magnum Cap no Facebook.

“Com a participação no Volar-e demonstrámos que a questão dos carregamentos não tem de ser limitadora. [Esta] tecnologia será replicada na nossa oferta comercial, contribuindo para reduzir ainda mais os tempos de carregamento, atenuando uma das principais barreiras à massificação do veículo eléctrico”, explicou ao Green Savers José Henriques, CEO da Magnum Cap.

Assim, as baterias do Volar-e precisaram de apenas 15 minutos para o seu total carregamento. A solução de carregamento foi totalmente desenvolvida pela Magnum Cap, que foi uma das entidades que equipou a rede Mobi.e.

Comentários (Facebook):

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php